Skip to main content
Search
ibuprofeno

Title

Ibuprofeno: o que é e para que serve

O ibuprofeno é um fármaco que integra a família dos Anti-Inflamatórios Não Esteróides (AINE), frequentemente usado para combater alguns sintomas comuns entre a população, como dor, inflamação ou temperatura corporal elevada – apresentando assim propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antipiréticas.

A importância medicinal do ibuprofeno é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Esta instituição, subordinada da Organização das Nações Unidas (ONU), lista-o como um dos medicamentos essenciais num sistema básico de saúde, tendo em conta a sua eficácia, segurança e custo-benefício para condições prioritárias e emergentes.

Para que serve o ibuprofeno?

O ibuprofeno, que, dependendo da dosagem requerida, pode ou não exigir prescrição médica, é um analgésico usado em diversos contextos. Porém, a sua utilização centra-se, embora não exclusivamente, nos casos que requerem a mitigação de uma dor ou de uma inflamação corporal, tais como:

  • Dores de cabeça e enxaquecas
  • Dores menstruais
  • Dores de dentes
  • Dores reumáticas, como artrites e tendinites
  • Dores musculares, como entorses e distensões
  • Inflamações
  • Temperatura corporal alta (febre)
  • Gripes e constipações

para que serve o ibuprofeno

O uso do ibuprofeno nos episódios acima mencionados pretende garantir um efeito positivo no estado de saúde do doente, através do alívio dos sintomas manifestados.

Como atua perante os sintomas?

A eficácia do ibuprofeno no alívio de dores e inflamações e na redução da temperatura corporal deve-se à sua capacidade para bloquear a produção de grandes quantidades de prostaglandinas – substâncias químicas naturais libertadas pelo corpo em resposta a uma doença ou lesão.

As prostaglandinas tornam os nervos próximos mais vulneráveis à dor. Daí resulta que, face à ocorrência de uma situação que afete alguma parte do corpo, a libertação daquelas substâncias vá acionar os nervos que se encontrem a seu redor que, por sua vez, irão alertar o cérebro para a dor. Por outro lado, o aumento de prostaglandinas no cérebro pode dar azo à subida da temperatura corporal e causar febre.

Deste modo, ao reduzir as prostaglandinas será possível aliviar os sintomas de febre e evitar inflamações. E essa é uma capacidade conferida ao ibuprofeno, pois este consegue bloquear a produção de prostaglandinas.

Como se apresenta o ibuprofeno?

O ibuprofeno existe no mercado sob várias formas farmacêuticas (cápsulas, comprimidos, granulados, géis, sprays e soluções orais), de forma isolada ou em combinação com outras substâncias ativas.

No caso do ibuprofeno de toma oral, ao chegar ao estômago, é libertado e absorvido na corrente sanguínea, dando início ao bloqueio de prostaglandinas e ao consequente alívio do(s) sintoma(s) - dor, febre e/ou inflamação. Importa referir que o efeito analgésico do fármaco inicia-se de forma rápida, enquanto que no que diz respeito ao efeito anti-inflamatório poderá levar mais tempo até que seja obtido o resultado pretendido.

ibuprofeno

Por outro lado, o ibuprofeno de administração tópica foi desenvolvido para uso na pele. O creme, ou o gel, é aplicado diretamente nas partes afetadas do corpo, tendo um efeito mais localiizado.

Benefícios do ibuprofeno

Desta forma, o ibuprofeno atua a vários níveis:

  1. Febre: O ibuprofeno tem propriedades antipiréticas. Como vimos, trava a produção de prostaglandinas no corpo e, ao fazê-lo, conduz à desejada descida da temperatura corporal.
  2. Dores e inflamações: É um dos principais focos de atuação do ibuprofeno. A sua presença no medicamento Cegrinaso® ajuda a promover o alívio das dores - cabeça, garganta ou outras - e a reduzir eventuais inflamações. A razão prende-se, mais uma vez, com o bloqueio das enzimas que produzem as prostaglandinas, impedindo que estas se formem e afetem o corpo.

Através da conjugação do ibuprofeno com o cloridrato de pseudoefedrina, Cegrinaso® consegue obter resultados eficazes no alívio sintomático da congestão associada a constipações.